Produção industrial sobe em todas as regiões pesquisadas

A produção industrial cresceu em todos os 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Gegrafia e Estatística (IBGE) em maio, na comparação com igual mês do ano anterior. Em abril, apenas 11 áreas haviam apresentado crescimento nesta base de comparação. Para esta pesquisa, não há divulgação de dados de confronto com mês anterior.As regiões que cresceram acima da média nacional (7,8%) em maio foram Amazonas (20,7%); Goiás (13,6%); São Paulo (11,7%); Santa Catarina (11,3%); Bahia (11%); Pernambuco (10,4%); Região Nordeste (9,7%); e Ceará (9,4%). No acumulado de janeiro a maio, dos 14 locais pesquisados, apenas o Rio de Janeiro não apresentou aumento da produção ante igual período do ano passado.Em São Paulo, maior destaque é indústria automotivaA produção industrial de São Paulo cresceu acima da média do País (7,8%) em maio na comparação com igual mês do ano passado, apresentando expansão de 11,7% no período. Houve aumento também nos demais indicadores: 9,3% no acumulado do ano e 3,4% nos últimos 12 meses. Para essa pesquisa, o IBGE não divulga dados comparativos a mês anterior. Na comparação de maio deste ano com maio de 2003, entre as 20 atividades que formam a indústria de transformação, 17 contribuíram positivamente para o resultado geral da região. Os principais destaques, em termos de participação, foram os veículos automotores (35%) e máquinas e equipamentos (23,7%). As produções de automóveis e de refrigeradores para uso doméstico foram os itens de maior peso na expansão desses segmentos, impulsionadas pelas exportações e pelas vendas internas, devido às melhores condições de crédito, segundo explicou o IBGE no documento de divulgação do índice. Também houve destaque para material eletrônico e de comunicações (25,3%), onde os telefones celulares responderam pela maior participação no crescimento deste setor.

Agencia Estado,

14 de julho de 2004 | 09h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.