Produção industrial volta a recuar em junho, diz CNI

Após leve ‘suspiro’, produção ficou em 45,5 pontos no mês passado, contra 51,6 pontos em maio

Célia Froufe, da Agência Estado,

24 de julho de 2012 | 11h19

BRASÍLIA - Após ter um suspiro de alta em maio, a produção industrial brasileira voltou a cair em junho, segundo a Sondagem Industrial divulgada há pouco pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A produção ficou em 45,5 pontos no mês passado, em uma escala de 0 a 100 pontos em que números abaixo de 50 indicam contração. Em maio, a produção do setor estava acima deste patamar limítrofe, em 51,6 pontos, saindo de um nível de 45,3 pontos em abril.

O número de empregados na indústria recuou mais em junho que no mês anterior, segundo o mesmo levantamento. O indicador de evolução estava em 48,9 pontos em abril, cedeu para 48,7 pontos em maio e atingiu 47,2 pontos no mês passado.

Capacidade 

A indústria brasileira operou, em média, com 72% da capacidade instalada em junho. O indicador recuou 1 ponto porcentual entre maio (73%) e o mês passado, mas encontra-se 1 ponto porcentual acima do quadro visto em abril (71%). De acordo com a CNI, em junho do ano passado, a operação da indústria contava com 73% de sua capacidade instalada.

Ainda olhando a utilização da capacidade instalada, a sondagem detectou que a atividade do setor está mais desaquecida em junho (41,8 pontos) do que em maio (44 pontos). Além do baixo uso das plantas, a CNI informou que os estoques do setor permanecem elevados, ao variar de 51,8 pontos em maio para 51,5 pontos em junho.

Tudo o que sabemos sobre:
produção industrialCNI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.