seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Produtividade dos EUA surpreende e cresce 8,6% no 1º trimestre

A produtividade nos EUA registrou no primeiro trimestre o maior crescimento anual dos últimos 19 anos, derrubando os custos de trabalho, que tiveram a maior queda desde o segundo trimestre de 1983. A produtividade norte-americana cresceu a uma taxa anualizada sazonalmente ajustada de 8,6%, divulgou o Departamento do Trabalho. O crescimento na produtividade excedeu as expectativas do mercado, que esperava uma alta de 7,0%. Os custos de trabalho caíram em 5,4% no primeiro trimestre. A remuneração por hora trabalhada subiu 2,7% no primeiro trimestre, em relação ao quarto trimestre, quando houve crescimento de 2,3%. O número de horas trabalhadas caiu pelo quarto trimestre consecutivo, em 1,9%, enquanto a produção cresceu em 6,5% - a maior alta em dois anos. Os fabricantes de bens duráveis tiveram os maiores ganhos em produtividade durante o trimestre. A produtividade entre as empresas do setor subiu 13,3% em relação ao quarto trimestre, quando houve crescimento de 3,5%. No geral, o setor manufatureiro registrou um ganho em produtividade de 9,7%, comparado a uma alta de 4,7% no quarto trimestre. As informações são da agência Dow Jones.

Agencia Estado,

07 de maio de 2002 | 09h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.