Produtividade dos grãos afetados pela seca na Rússia recua 27,5%

A produtividade da safra de grãos da Rússia colhida até esta semana registrou queda de 27,5 por cento ante o ano passado, para 1,98 tonelada por hectare, disse o Ministério da Agricultura russo nesta terça-feira, à medida que uma seca, que elevou os temores de freio às exportações, atinge o país.

Reuters

21 de agosto de 2012 | 09h05

A Rússia completou 54 por cento da colheita até 20 de agosto, ou 47,7 milhões de toneladas de grãos, ante os 54,4 milhões de toneladas colhidas na mesma época do ano anterior, segundo dados publicados no site do ministério. Ele não forneceu dados sobre a colheita de trigo.

A região do Volga teve colheita de 11,6 milhões de toneladas de grãos em 20 de agosto, com produtividade de 1,37 tonelada por hectare, em 65,7 por cento da área.

O ministério não divulgou dados separados para outras regiões, como as regiões afetadas pela seca dos Urais e da Sibéria, as quais levaram duas importantes consultorias a reduzirem suas estimativas para a colheita total de grãos da Rússia.

Analistas da SovEcon reduziram sua previsão para a colheita russa de grãos 2012 para entre 71 e 72,5 milhões de toneladas, enquanto o Instituto para Estudos de Mercado Agrícola (Ikar) rebaixou sua estimativa para 73 milhões de toneladas.

A projeção oficial do Ministério da Agricultura para colheita de grãos continua entre 75 e 80 milhões de toneladas, abaixo dos 94 milhões de toneladas do ano passado, disse um porta-voz do Ministério à Reuters nesta terça-feira.

O país também continuou a semeadura de grãos de inverno, segundo os dados, com 2,2 por cento da área completa. A Rússia pretende semear 16,8 milhões de hectares com grãos de inverno para a safra 2013, ante os 16,1 milhões de hectares semeados no ano passado.

(Reportagem de Polina Devitt)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSGRAOSRUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.