Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Produto abastece mercado europeu

No pátio da Coplana, na primeira quinzena de abril, formou-se uma fila de até 360 caminhões. A cooperativa só consegue descarregar três caminhões por vez, ou 60 caminhões/dia. O armazém próprio tem capacidade para 42 mil toneladas. Ali é feito todo o processo, desde a coleta de amostragem, limpeza, descarga, secagens e embalagem do amendoim, em casca, dentro de "big bags" de 540 quilos, que depois passam para o beneficiamento, em outra ala do complexo.

Brás Henrique, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2011 | 00h00

Todo o procedimento é controlado, conforme a certificação de qualidade britânica, para destinar o produto à exportação. "As exigências são muitas e temos que produzir com qualidade e segurança", diz o gerente de produção da Coplana, Valdeci Mata da Silva. O amendoim que segue para exportação é armazenado em outros "big bags", com capacidade para 1.136 quilos cada. O produto da atual safra sairá até março ou abril de 2012. O ápice da safra de amendoim, iniciada em fevereiro, deveria ter sido em março, mas atrasou. A safra acaba em maio.

Segundo a Conab, a produção de amendoim é estimada em 242.300 toneladas, 7,2% a mais que a safra passada. A área plantada cresceu de 84.100 hectares para 90.400 hectares. O Estado de São Paulo, maior produtor nacional, com cerca de 80% do total, passou de 55.300 hectares no ciclo passado para 61.900 hectares no atual.

A unidade de grãos da Coplana, responsável por 18% da produção nacional de amendoim, investiu R$ 30 milhões para expandir a capacidade de recebimento do produto - o armazém de 21 mil metros quadrados é o maior do mundo para estocagem de amendoim em condições ideais de umidade e temperatura, garantindo a qualidade do grão durante o ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.