Produtor gaúcho comemora safra de arroz

Depois de anos de agruras, os produtores de arroz do Rio Grande do Sul estão na fase final de uma safra que definem como "ajustada". O levantamento semanal da Emater indica que 87% das lavouras já foram colhidas e os 13% restantes estão maduros. O preço médio chegou a R$ 31,24 pela saca de 50 quilos.

ELDER OGLIARI, PORTO ALEGRE , O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2013 | 02h08

A cotação supera os R$ 28,72 da mesma semana em 2012 e os R$ 30,98 da média histórica do mês. Uma estimativa feita pela Carlos Cogo Consultoria em Agribusiness indica que a margem sobre o custo de cada saca subiu de US$ 1,59 no ano-safra (período de março a fevereiro) de 2011/2012 para US$ 5,03 no ano-safra de 2012/2013, para plantações feitas em áreas próprias, sem arrendamento.

Neste ano, o Brasil largou com estoque de 1,6 milhão de toneladas, ao qual se somarão 11,9 milhões de toneladas para formar a oferta total de 13,6 milhões de toneladas. A demanda interna está prevista em 12,1 milhões de toneladas, as exportações em 1,1 milhão de toneladas e as importações em 1 milhão de toneladas. O estoque final, de passagem para 2014, tende a aproximar-se de 1,4 milhão de toneladas. "Há um quadro de oferta e demanda equilibrado há quase três anos", diz Cogo.

A nova situação é diferente da que se viu em diversos anos da década passada, quando os produtores chegaram a bloquear rodovias para pedir a redução das importações de países do Mercosul, ações do governo para enxugar estoques e renegociação de dívidas. E a perspectiva é de que venha a se tornar melhor ao longo do ano, na entressafra.

As explicações para o relativo ajuste da cultura são diversas e passam pela redução da área plantada, aumento das exportações e equilíbrio no mercado mundial. O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Renato Caiaffo da Rocha, diz que desde a safra de 2010/2011, quando houve excedentes de produção, os agricultores seguiram recomendação de entidades de classe, reduziram áreas plantadas com arroz e diversificaram atividades com a cultura da soja.

Na safra de 2010/2011, a área cultivada com arroz no Rio Grande do Sul, que produz 65% de todo o arroz brasileiro, chegou a 1,17 milhão de hectares. Na atual, ficou pouco abaixo de 1,1 milhão de hectares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.