Produtores criticam união entre Citrosuco e Citrovita

Além da concentração no mercado processador, produtores consideram inevitável o fechamento de fábricas das companhias

Gustavo Porto, da Agência Estado,

14 de maio de 2010 | 18h29

Mesmo considerando inevitável a união entre Citrosuco e Citrovita, após dois anos de rumores sobre a operação, representantes de entidades de citricultores criticaram a operação anunciada nesta tarde. Além da concentração no mercado processador - já que a nova empresa terá cerca de 50% da produção brasileira de suco e 25% da mundial - os produtores consideram inevitável o fechamento de fábricas das companhias. Ambas possuem, por exemplo, fábricas de suco em Matão (SP) e unidades muitos próximas, como a unidade de Araras (SP) da Citrovita e de Limeira (SP) da Citrosuco.

"É mais concentração, mais desequilíbrio no setor e mais prejuízo para os produtores e para o País", disse Flávio Viegas, presidente da Associação Brasileira de Citricultores (Associtrus). "Acho que o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) não tem como aprovar essa operação", completou. Viegas disse que não há como evitar o fechamento de unidades e lembrou ter alertado o Cade, na compra dos ativos da Cargill pela própria Citrosuco, em 2004, sobre essa possibilidade na unidade de Bebedouro (SP), o que ocorreu no ano passado.

Já Marco Antonio Martins, diretor da mesa de citros da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (Faesp), disse lamentar a operação e admitiu que a fusão das companhias não dará opção aos produtores. "A operação vai diminuir o poder de negociação do produtor, ampliar o controle das empresas sobre o suco e sobre a fruta, por isso lamentamos", disse. "Mas é uma estratégia das empresas sobre a qual não podemos fazer muita coisa", completou.

Com a fusão, as empresas terão, além das duas unidades em Matão, a de Araras e a de Limeira, uma em Catanduva e a fechada em Bebedouro, todas no Estado de São Paulo. A nova empresa herdará ainda unidade em Lake Wales, na Flórida (EUA), da Citrosuco. O Grupo Fischer, dono da Citrosuco, produz ainda suco de laranja em Videira (SC) aproveitando a capacidade ociosa da unidade produtora de suco de maçã.

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.