Produtores de calçados fazem protesto em Brasília

Cerca de 3 mil produtores do setor de couro e calçados do sul do País farão nesta quarta-feira, a partir das 12 horas, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, um protesto contra a política cambial do governo. Segundo os manifestantes, os ganhos da indústria caem em função da desvalorização do dólar frente ao real. De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Calçados (Abicalçados), no ano passado, houve queda de 20 milhões de pares de calçados brasileiros. Em contrapartida, 14 milhões de pares chineses foram importados, o que resulta em um saldo negativo de 34 milhões de pares. Em decorrência desse déficit, 12 mil calçadistas perderam seus postos de trabalho somente nos três primeiros meses deste ano. Segundo a Agência Brasil, os manifestantes devem entregar, por volta das 15 horas, ao ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luís Fernando Furlan, uma pauta de reivindicações. Entre elas, estão medidas de equalização dos fatores de competitividade do setor exportador, créditos de Programa de Integração Social (PIS), Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), linha de crédito nova para capital de giro, pagamento à vista das importações de bens de consumo e restituição de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) oriundo das exportações.

Agencia Estado,

10 de maio de 2006 | 10h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.