Produtores protestam lavando rua com leite em Brasília

Pequenos produtores de leite fazem, nesta quarta-feira, manifestação em frente ao Ministério da Agricultura para alertar o governo para crise do setor leiteiro. Como forma de protesto, eles lavaram com leite a rua lateral do ministério, entrada usada pelos ministros e autoridades. "É mais barato lavar as escadarias com leite do que com água", informaram representantes dos manifestantes. A idéia inicial era lavar as escadarias do ministério com leite, o que não foi permitido pela segurança do prédio.De acordo com o Altacir Bunde, um dos organizadores do protesto, nos últimos meses, o preço do leite teve queda expressiva. Em algumas regiões, a redução superou 30%. Os produtores de Goiás são os que menos recebem pelo produto, R$ 0,19 por litro. No Rio Grande do Sul, a média de preços é de R$ 0,30 por litro, sendo que em março o valor chegava a R$ 0,62 por litro.Além das importações de leite, eles criticam a Instrução Normativa 51, do ministério, que estabelece regras para comercialização e transporte. O transporte de leite cru em latões em temperatura ambiente pode ser feito, de acordo com a IN, desde que a matéria-prima atinja os padrões de qualidade definidos em regulamento técnico específico e o leite seja entregue nas indústrias em no máximo 2 horas após a ordenha. O ato é organizado pelo Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e o grupo promete protesto em outros ministérios na parte da tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.