Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Produtos de limpeza perdem R$ 558 milhões para informais

A indústria de produtos de limpeza doméstica perderá este ano R$ 558,060 milhões em vendas devido à concorrência informal, estima a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (Abipla). Para o governo, a informalidade e sonegação de impostos representarão um rombo de R$ 219,092 milhões.As projeções da Abipla para este ano foram feitas com base em um levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe/USP), finalizado em 2001. A pesquisa levou em conta quatro produtos, uma amostragem significativa porque trata dos itens mais facilmente copiados pelos informais.Segundo a atualização do estudo, só neste ano as vendas de água sanitária (produto de fácil fabricação) somarão R$ 559,286 milhões, dos quais 42,1% - ou R$ 235,459 milhões - serão movimentados pela informalidade. Nesse caso, o governo deixará de arrecadar R$ 89,097 milhões, relativos à carga tributária de 37,84%.PerdasNo subsegmento de desinfetantes, que deverá computar vendas de R$ 541,510 milhões, 30,6% ou R$ 165,702 milhões serão relativos a vendas informais. A subtração aos cofres públicos é estimada em R$ 62,690 milhões, por conta dos impostos de 37,84% sobre as vendas irregulares.Da comercialização de amaciante para roupas, calculada em R$ 726,716 milhões este ano, 15,2% ou R$ 110,460 milhões deverão ficar com a informalidade, provocando rombo de R$ 47,675 milhões aos cofres públicos, que equivale à carga tributária de 43,16%. A exemplo desse caso, a Abipla observa que a tributação muito alta é um dos estímulos à multiplicação da informalidade.Outro item listado pela Abipla é o detergente líquido, cuja receita deverá somar R$ 603,107 milhões, da qual 7,7% ou R$ 46,439 milhões ficarão por conta dos informais. A carga tributária, de 42,27% sobre o valor dos produtos, que deixará de ser recolhida pelos informais, é calculada em R$ 19,630 milhões.

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2004 | 15h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.