Profissional deve orientar impermeabilização

Corrigir falhas na impermeabilização de lajes e contra-pisos exige uma boa dose de cautela e atenção. Segundo especialistas, é importante que o morador primeiro identifique qual a origem exata do problema e conheça quais as soluções oferecidas no mercado para que não gaste dinheiro com produtos que, além de não resolverem os transtornos causados pelas infiltrações, podem comprometer definitivamente a estrutura do imóvel.Por falta de orientação adequada para resolver um problema de infiltração, a professora Ana Lúcia Nagliati quase viu o quintal de sua casa afundar. Ela explica que tudo começou com o surgimento de pequenas rachaduras no piso de concreto. Depois de algum tempo, a umidade tomou conta do chão, do muro e já chegava na parte inferior das paredes da casa."Comprei um monte de produtos alternativos e parafernálias que os balconistas das lojas de material de construção me empurravam e nada resolveu", conta. Pior, a infiltração se alastrou e o solo abaixo do contra-piso começou a ceder. "Só consegui resolver a situação depois que procurei ajuda especializada numa empresa que fabrica impermeabilizantes."O engenheiro e professor Yopanan Rebello, da Ycon Formação Continuada, que promove cursos para profissionais e leigos, diz que casos como esse são comuns. "O ideal é que as pessoas contratem mão-de-obra especializada para que o problema não fique ainda pior", alerta.Ele explica que o primeiro passo a ser tomado é identificar a origem da infiltração. Somente após isso, será possível escolher o melhor produto a ser utilizado. Segundo ele, a impermeabilização é feita com produtos de base asfáltica (ver quadro ao lado), que podem ser encontrados na forma líquida (emulsão) ou em rolos (manta). "Cabe ao consumidor escolher qual oferece a melhor relação custo-benefício", diz.Ycon: (0--11) 3816-0441

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.