Programa de biodiesel virá no final deste mês, anuncia Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da silva afirmou hoje que o Nordeste precisa de um projeto de desenvolvimento. Ele anunciou que será lançado no final deste mês ou no início de dezembro um grande projeto para a Região: o programa de produção de biodiesel, destinado a reduzir a dependência do País de combustíveis fósseis. "Vamos construir a nossa independência de uma matriz energética", afirmou Lula. A ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, avaliou que os produtores de álcool devem ter cada vez mais cuidado com os aumentos de seus preços, pois os consumidores serão cada vez menos reféns das usinas. Após reunir-se com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, para discutir incentivos tributários ao biodiesel, a ministra afirmou que a variedade de combustíveis alternativos, fortalecida pelos motores bi-combustíveis está aumentando cada vez mais o poder dos consumidores. Muitos especialistas alertam que o álcool torna-se desvantajoso quando passa a custar mais de 70% do preço da gasolina. A ministra disse que a produção de biodiesel não afetará essa situação, embora o novo combustível verde deva aumentar a demanda por álcool, que é usado como aditivo. Para Dilma, o programa de incentivo ao uso de biodiesel é um dos mais importantes para o País, não só sob o aspecto energético e ambiental, mas também pelos efeitos sociais e econômicos que deverá gerar. Como a produção será feita principalmente por agricultores familiares, em terras áridas de regiões pouco desenvolvidas, principalmente no Norte e no Nordeste, haverá uma distribuição do desenvolvimento e da renda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.