Programa de microcrédito vai mudar

O diretor de normas do Banco Central, Sérgio Darcy, informou hoje que o grupo de trabalho criado para acompanhar o programa de microcrédito está estudando uma série de modificações na legislação para permitir que ele deslanche mais rápido. "Temos uma demanda potencial grande no Brasil por microcrédito, que vai se viabilizar quando o País crescer e isso já está acontecendo", afirmou ao participar de um seminário em Goiânia.Uma medida em discussão diz respeito ao limite de recursos das Sociedades de Crédito ao Microempreendedor (SCM). Darcy afirmou que não é intenção do governo punir "pura e simplesmente" os bancos que não aplicaram integralmente a parcela correspondente aos 2% de depósito a vista em operações de microcrédito com taxa de juros de até 2%.Pela lei, no final de agosto quem não cumpriu integralmente terá que recolher o valor equivalente ao BC. Segundo ele, existe a possibilidade de acrescer o montante que não foi direcionado este ano para o total que a instituição terá que aplicar nos 12 meses seguintes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.