Programa que parcela dívida com a Receita é prorrogado

O governo vai prorrogar por trinta dias, até 31 de agosto, o prazo para inscrição no Refis, o novo programa de parcelamento de dívidas com a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O prazo venceria no próximo dia 31, mas será adiado para compensar os prejuízos causados pela greve dos servidores federais. A nova data para adesão ao Refis ? que este ano contempla pessoas físicas, além de empresas ? constará de projeto de lei a ser enviado pelo governo à Câmara, na semana que vem. ?O projeto será votado em regime de urgência nesta convocação extraordinária?, informou o líder do PMDB na Câmara, deputado Eunício Oliveira (CE). Desde que o novo Refis foi anunciado houve 186 mil adesões ao programa. Deste total, 130 mil eram empresas e 56 mil pessoas físicas. Com a inscrição, as dívidas contraídas até 28 de fevereiro deste ano poderão ser parceladas em até 180 pagamentos.

Agencia Estado,

24 Julho 2003 | 19h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.