Projeto prevê duto para levar grãos ao Porto de Paranaguá

Um projeto que está sendo analisado pelo Ministério da Agricultura poderá solucionar muitos dos problemas no escoamento da safra de grãos do Paraná. A proposta prevê a construção de uma tubulação que conduziria cereais do armazém da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Ponta Grossa, com capacidade para 420 mil toneladas, até o Porto de Paranaguá, numa extensão aproximada de 130km. O duto teria capacidade de expedir 3 mil toneladas de grãos por hora, o equivalente ao carregamento de 100 caminhões.Segundo o superintendente da Conab no Paraná, Jorge Dias, os ministros da Agricultura do Brasil e da Itália estão agendando uma reunião porque os italianos estariam dispostos a financiar a construção utilizando os créditos de seqüestro de carbono. Ele calcula que a instalação do projeto custaria cerca de US$ 300 milhões. Atualmente já há uma tubulação que liga a refinaria da Petrobras em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, ao porto. O projeto prevê que o novo duto ficaria a cinco metros de altura. Entre as vantagens do sistema, o superintendente ressalta a agilidade no processo de expedição, a diminuição no volume da fila de caminhões e da poluição atmosférica, a rapidez na chegada ao porto e a confiança do importador de que o produto será entregue no prazo estipulado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.