Projeto será enviado em ''momento oportuno''

IMPOSTO NA POUPANÇA

, O Estadao de S.Paulo

10 de junho de 2009 | 00h00

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o governo encaminhará o projeto que estabelece tributação da caderneta de poupança quando considerar que o momento político é oportuno, em face da pauta de votações do Legislativo. "Não é necessário fazer isso antes porque a medida só valerá para o ano que vem. Temos de olhar o ritmo do Congresso." Ele destacou que ainda há espaço para a taxa Selic cair sem prejudicar a caderneta. Em maio, o governo disse que o rendimento de aplicações superiores a R$ 50 mil em poupança seria tributado pelo Imposto de Renda, medida que só pode valer em 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.