Promotor pede falência do Banco Santos

O promotor de Justiça Alberto Camiña Moreira requereu hoje a falência do Banco Santos, atendendo pedido do liquidante. A decisão será proferida pelo juiz da 2ª Vara de Recuperações e Falências, que está examinando o processo. O promotor ingressou ainda com uma ação de responsabilidade civil contra Edemar Cid Ferreira e 22 outros ex-administradores, visando o bloqueio de seus bens. Eles desviaram R$ 2,9 bilhões através de manobras fraudulentas diversas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.