Promotoria alemã investiga BMW por tráfico de influência

A Promotoria de Munique, no sul da Alemanha, abriu uma investigação sobre o fabricante automobilístico alemão BMW por suspeita de tráfico de influência. Essa infração teria ocorrido com a oferta, pela marca, de convites ou apresentações de produtos a pessoas com cargo publico. Um porta-voz da companhia acrescentou que no final de maio a Promotoria fez buscas na sede da companhia em Munique já por causa da investigação.No início de 2006, a Promotoria da capital bávara abriu outra investigação sobre vários diretores da BMW e de empresas fornecedoras de autopeças por terem pagado ou recebido dinheiro para conseguir contratos, informou então o organismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.