Protecionismo pode prejudicar exportações dos EUA, diz Powell

O secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, disse que os EUA deveriam evitar políticas comerciais demasiadamente voltadas para a proteção das indústrias do país, porque isso poderia sufocar o acesso de empresas norte-americanas a mercados estrangeiros. "Como eu posso trabalhar com o Congresso para proteger nossas indústrias, mas ao mesmo tempo protegê-las de uma maneira que não seja tão protecionista que acabamos não deixando outras nações negociarem conosco? Somos um país comercial e o comércio funciona quando ocorre dos dois lados e beneficia os dois lados", disse Powell durante a conferência anual sobre desenvolvimento empresarial das minorias.Para o secretário de Estado, encontrar o equilíbrio entre comércio e protecionismo é mais importante agora que as formas de governo não-democráticas estão desaparecendo. Ele acrescentou que as reuniões bilaterais com líderes internacionais, no passado dominadas por questões como estratégia militar e confrontação entre as superpotências, agora têm sido sobre a construção de economias sólidas. Powell também disse que está tentando encorajar mais países da África a aproveitarem os benefícios comerciais oferecidos pela Lei de Oportunidade e Crescimento Africano, que, segundo ele, amplia o acesso dos países daquele continente aos mercados norte-americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.