Proteste acusa Gol de fazer venda casada

A associação Proteste acusa a Gol de fazer venda casada de seguro viagem no momento da compra do bilhete aéreo. O cliente só fica sabendo do seguro na hora de fornecer dados do cartão. O seguro vem incluido na conta e, se o consumidor não quiser adquiri-lo, é preciso excluir a opção. Segundo a advogada Ana Luisa Ariolli, da Proteste, o site não traz informações claras e induz o consumidor à compra. "Estamos encaminhando uma denúncia ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor." A Gol diz que o site traz informações sobre o seguro e que o cliente tem a opção de adquiri-lo ou não.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.