Protesto atrasa leilão do Madeira, que ficou para 12h30

O vice-presidente da comissão de licitação da usina hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira (RO), José Jurhosa Júnior, disse no final desta manhã que o leilão terá início por volta de 12h30 - originalmente o leilão estava previsto para as 10 horas. Segundo ele, alguns participantes e pessoas envolvidas na disputa ainda estão sendo revistados pela Polícia Federal para ingressarem nas salas onde estão os computadores que receberão as ofertas, na sede da Agência Nacional da Energia Elétrica (Aneel), em Brasília.Jurhosa explicou que o atraso decorre do protesto esta manhã na sede da Aneel, que durou cerca de quatro horas e dificultou a entrada dos participantes e demais pessoas ligadas ao evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.