Protesto de funcionários força Alitalia a cancelar 225 vôos

A companhia aérea italiana Alitalia foi forçada a cancelar 225 vôos devido a transtornos provocados pelos trabalhadores. Os comissários de bordo alegam estarem doentes pelo quarto dia consecutivo, enquanto os pilotos etrabalhadores em terra de verão entrar em greve durante quatro horas. A companhia informou que está cancelando 111 vôos domésticos e 114 vôos internacionais, bem comoreprogramando 124 vôos. A greve dos pilotos e trabalhadores em terra, planejada dias atrás, deverá ocorrer entre 10hs e 14hs (horário GMT), ou entre 13hs e 17hs (horário de Brasília). Ontem, cerca de 1.100 dos 2.000 comissários de bordo alegaram estarem doentes. Francesco Mengozzi, CEO da companhia, chamou o protesto dos funcionárioscontra os planos da empresa de reduzir os custos de "incompreensível e injustificável". Representantes do governo, da Alitalia e dos sindicatos deverão discutir a questão em reunião a ser realizada amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.