Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Protesto de títulos cresce 18% em 5 meses

O número de títulos protestados de pessoas físicas e de empresas cresceu 18% nos primeiros cinco meses do ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. As informações são da SCI/Equifax, fornecedora de informações sobre risco de crédito. Os dados excluem o Estado de São Paulo, onde uma mudança na legislação provocou uma enxurrada de registros nos cartórios. Considerando este Estado, os protestos de pessoas físicas cresceram 129,3% e o de pessoas jurídicas, 33,2%.O consultor econômico da empresa, Walter Belik, avalia que os números retratam a situação econômica do País. Ele lembrou que o primeiro semestre do ano passado foi de crescimento e expansão do consumo e, após diversos problemas internos e externos, houve uma brusca diminuição nos negócios.O levantamento também mostrou aumento de 27,5% das concordatas requeridas (139) e de 17,9% dos requerimentos de falência (10.064). Os cheques devolvidos de pessoas jurídicas (1.573.890) subiram 17,9% e os de pessoas físicas (14.650.536), 7,9%.Belik acrescentou que as vendas do comércio, em maio, ficaram abaixo do projetado, o que está se refletindo também nas encomendas à indústria e mesmo na arrecadação de impostos.

Agencia Estado,

10 de junho de 2002 | 15h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.