Protesto fecha 25 agências do HSBC em São Paulo

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região divulgaram nota informando que pelo menos 25 agências do banco HSBC na região metropolitana de São Paulo estão com suas atividades paralisadas por causa de protestos de seus funcionários. O HSBC confirmou a informação.Segundo o sindicato, os empregados cobram da instituição o pagamento da segunda parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), correspondente a 80% do salário mais valor fixo de R$ 300,00. O valor deveria ter sido creditado nas contas dos funcionários na sexta-feira passada, o que não aconteceu até o momento.O sindicato informou que está reunido com a direção do HSBC para resolver o impasse. A assessoria do banco disse que não tem informações sobre o andamento das negociações. O HSBC relatou ainda que disponibiliza em seu site na Internet (www.hsbc.com.br) a lista com todas as suas agências bancárias, para que os seus clientes possam buscar um posto de atendimento alternativo aos paralisados pelo protesto dos funcionários.

Agencia Estado,

05 de março de 2002 | 12h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.