Protestos continuam em Buenos Aires

Protestos e mais protestos tumultuam nesta tarde de terça-feira o trânsito no centro de Buenos Aires. Desempregados, funcionários públicos, aposentados, pensionistas, poupadores, correntistas e outros grupos fazem manifestações e paralisam o trânsito em diversos pontos do centro, em protesto pelos mais diversos problemas: o "corralito"; a possibilidade de não pagamento integral dos salários; os cortes no orçamento; o colapso no sistema de saúde; a falta de pagamento de incentivos aos docentes, entre outros. Uma passeata que começou com cerca de 600 manifestantes cresceu e se espalhou por todo o centro e em frente ao Congresso Nacional. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.