Provável decisão removerá as nuvens que pairam sobre a Grécia, diz Rehn

'Estou confiante de que possamos chegar a um acordo sobre o novo desembolso para a Grécia', afirmou o vice-presidente da Comissão Europeia, que se reúne hoje com os ministros de finanças

Lucas Hirata, da Agência Estado,

13 de dezembro de 2012 | 10h07

BRUXELAS - O vice-presidente da Comissão Europeia, Olli Rehn, disse acreditar que os ministros de Finanças da zona do euro finalmente aprovarão a extensão de bilhões de euros em auxílio à Grécia. "Estou confiante de que possamos chegar a um acordo sobre o novo desembolso para a Grécia", afirmou a repórteres ao chegar para a reunião dos ministros da zona do euro.

Rehn falou que a provável decisão "removerá as nuvens que pairam sobre a Grécia e reforçará a confiança".

Em uma reunião no final de novembro, a zona do euro, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional chegaram a um acordo inicial para alterar e estender os termos do acordo de ajuda à Grécia, desde que o país executasse com sucesso uma recompra de quase metade de seus títulos negociados publicamente.

O governo grego disse no começo da semana que o exercício atendeu à meta planejada, mas o custo maior do que esperado da recompra requer mais 1,3 bilhão de euros em financiamento. As autoridades da Grécia não esperam que a necessidade de financiamento adicional seja um grande obstáculo para o acordo final. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.