Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Províncias chinesas propõem gastos de US$ 1,4 trilhões

Os governos de províncias chinesas propuseram gastos de mais de 10 trilhões de yuans (US$ 1,4 trilhão) em infra-estrutura, informou hoje a televisão estatal chinesa, após o anúncio de um pacote nacional de estímulo de US$ 586 bilhões para proteger o país da desaceleração global. A China está tentando estimular os gastos dos consumidores por meio de injeção de dinheiro na economia, na esperança de evitar que o país sofra com uma forte queda na demanda global por suas exportações.A maior proposta foi feita pela província de Yunnan, no sudeste, que quer investir US$ 439 bilhões nos próximos cinco anos, segundo informou a TV estatal. Entretanto, a televisão oficial não indicou quanto destes gastos das províncias é novo, ou se as autoridades estão anunciando planos novamente na tentativa de trazer confiança ao público e aos investidores de que o país está agindo."Em uma semana, os governos de várias províncias anunciaram planos de investimentos de escala massiva", disse o repórter da CCTV. "Baseado em um cálculo aproximado, o total de investimentos por todas as províncias e cidades já superam 10 trilhões de yuans", estimou.

AE-AP, Agencia Estado

23 de novembro de 2008 | 15h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.