Próximo leilão de rodovia será para as BRs 116 e 324

Segundo o ministro dos Transportes, período de concessão destas vias será de 15 anos e não de 25 anos

Lu Aiko Otta, Agencia Estado

09 de outubro de 2007 | 19h18

O próximo leilão de concessão de rodovia federal já está decidido: serão trechos das BRs 116 e 324, ambas no interior da Bahia. "Mas já vamos fazer uma mudança", anunciou o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. O período de concessão será de 15 anos e não de 25 anos como foi nas rodovias federais leiloadas nesta terça-feira, 9. Segundo o ministro, os estudos preliminares mostram que esse período será suficiente para o concessionário recuperar seus investimentos.   Veja também: A concessão de rodovias federais  Lula critica privatização em dia de leilão de trechos Régis e Fernão Dias são privatizadas e terão pedágios Nascimento não quis adiantar detalhes, mas comentou que uma taxa de retorno de 8,95% passou a ser um piso depois do resultado do leilão de hoje. "Eu acho que essa taxa de retorno até caiu por causa dos deságios", comentou o ministro. O segundo balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) informa que o edital do próximo leilão de concessões será público no dia 20 de dezembro. Segundo o ministro, essa é uma boa data, mas os prazos podem ser antecipados.                                                                       OHLNascimento considerou um "bom sinal" o fato de a empresa espanhola OHL haver arrematado 5 dos 7 lotes de rodovias federais leiloados hoje. "É um bom sinal porque eles (OHL)estão acostumados com isso. Eles são da área", comentou o ministro. Ele acredita que o fato de uma grande operadora de infra-estrutura fazer investimentos em rodovias brasileiras será "um aprendizado para nós". Nascimento acrescentou que o bom resultado do leilão de hoje "certamente" fará aumentar a participação privada nos investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.