PSA Peugeot Citroën lança novo modelo na Argentina

Peugeot 308, que será fabricado no país vizinho, deve ter boa parte das vendas feitas no Brasil

ARIEL PALACIOS, CORRESPONDENTE / BUENOS AIRES, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2011 | 03h06

O Grupo PSA Peugeot Citroën Argentina fez ontem o lançamento do novo Peugeot 308, que será fabricado nas instalações que a empresa francesa possui no distrito de El Palomar, município de Tres de Febrero, província de Buenos Aires.

A criação dessa nova linha de produção, que implicou em um investimento de 120 milhões, foi celebrada pela presidente Cristina Kirchner, que elogiou a PSA por ter lançado sete modelos de automóveis na Argentina nos últimos oito anos. "Isso é uma demonstração da confiança que as empresas globais possuem sobre o desenvolvimento do país", afirmou.

O veículo, que substituirá o 307, será comercializado no primeiro trimestre de 2012 na Argentina e no Brasil. A produção prevista para o primeiro ano é de 30 mil unidades. Destas, segundo Carlos Gomes, presidente para o Brasil e América Latina da PSA, ao redor de 15 mil serão destinados à exportação, majoritariamente para o mercado brasileiro.

O automóvel contará com 60% de autopeças feitas na Argentina. A nova linha implicará na criação de mil postos de trabalho diretos e indiretos no país (o setor automotivo, entre montadoras e fábricas de autopeças, emprega 60 mil pessoas).

Entre janeiro e outubro de 2011, o mercado total argentino de vendas de automóveis aumentou 32% em comparação com o mesmo período do ano passado. No entanto, a PSA Peugeot Citroën apresentou um crescimento acima do mercado na Argentina, de 36%.

Gomes disse estimar que o setor automotivo geral na região "terá um crescimento moderado". No caso argentino e brasileiro, explicou, "esperamos um crescimento inferior a dois dígitos". Mas, tal como neste ano, a expectativa em 2012 é que a PSA exiba um crescimento maior que o do mercado.

No ano passado, a companhia previu que, em 2015, metade das vendas da PSA em todo o mundo seria feita fora da Europa. No entanto, levando em conta a crise europeia, Gomes sustentou que "esse cenário pode ocorrer antes do que havia sido calculado".

Exportações. A Associação de Fabricantes de Automóveis da Argentina (Adefa) anunciou que as montadoras produziram 73.237 unidades em outubro, um aumento de 11,2% em relação ao mesmo mês do ano passado. A produção acumulada até outubro deste ano é de 700 mil unidades, um crescimento de 21,9% em comparação com o mesmo período de 2010. A associação considera que em 2011 a produção deve chegar ao recorde de 800 mil automóveis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.