PSDB critica em nota elevação da Selic para 13%

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), criticou hoje o aumento de 0,75 ponto porcentual na taxa Selic, para 13% ao ano, afirmando que a decisão tomada ontem pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central mantém o Brasil com a maior taxa de juros real do mundo e transforma o País "no paraíso da especulação". Em nota, Guerra declara que "o governo Lula faz uma política econômica esquizofrênica, expandindo a taxa de juros real para conter a demanda da economia e elevando a despesa fiscal com o aumento dos juros, além de ampliar de maneira irresponsável os gastos federais com avalanches de contratações e aumentos de salários".

EQUIPE AE, Agencia Estado

24 de julho de 2008 | 18h40

Mais conteúdo sobre:
juroSelicPSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.