PSOL pede para Coaf investigar caso Cisco e PT

O PSOL pediu hoje ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que investigue eventuais atividades financeiras envolvendo o PT e a Cisco do Brasil, subsidiária da multinacional americana Cisco System Inc. A suposta transação envolve a doação de R$ 500 mil da empresa ao partido, como contrapartida para algum benefício em uma licitação da Caixa Econômica Federal.O repasse do dinheiro teria sido registrado em conversa telefônica gravada pela Polícia Federal (PF). Segundo o deputado Chico Alencar (RJ), líder do PSOL, a "doação" pode configurar em crime de lavagem de dinheiro. A Cisco é acusada de montar um esquema de fraudes na importação de equipamentos de informática e softwares em São Paulo, com ramificações no Rio de Janeiro e na Bahia. O esquema de fraudes, desmantelado na semana passado pela operação Persona, da Polícia Federal e Receita, teria provocado um prejuízo de R$ 1,5 bilhão aos cofres públicos.Em nota, a Caixa Econômica Federal (CEF) negou qualquer envolvimento com o esquema e explicou que embora tenha equipamentos fabricados pela Cisco, eles foram adquiridos em licitação pública por meio de outras empresas. De acordo com a nota, os vencedores dos últimos pregões, de 2000 a 2007, onde estão incluídos produtos da Cisco, foram apenas seis empresas: Damovo, Conecta, CPM, Telefônica, Medidata e IBM.

VANNILDO MENDES, Agencia Estado

25 de outubro de 2007 | 21h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.