PT cancela oferta para ações da Telesp Celular

A Portugal Telecom (PT) decidiu ontem retirar oferta pública para trocar os papéis da Telesp Celular Participações (TCP) por suas ações, levando-a a controlar a totalidade da operadora brasileira, conforme proposta anunciada em 21 de maio. Segundo comunicado, "nos últimos dias de negociação, as ações da PT fecharam abaixo do nível indicado como uma das condições de cancelamento da oferta". Desde o anúncio da proposta, os papéis da operadora portuguesa acumularam perdas de 34% na Bolsa de Lisboa. Uma das condições da oferta previa o cancelamento, caso as ações caíssem mais de 10%.Ontem, os papéis da PT fecharam com alta de 4,2% em Lisboa, cotados a 7,16 euros (US$ 6,50). Na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), as ações da TCP caíram 10,93%, encerrando em R$ 11,65. No Brasil, as ações da TCP seriam substituídas por Brazilian Depositary Receipts (BDRs) da operadora portuguesa, enquanto em Nova York a substituição seria pela troca dos American Depositary Receipts (ADRs) da TCP por ADRs da Portugal Telecom.A oferta previa um ágio de 40% sobre a cotação média da TCP nos cinco dias anteriores à divulgação da proposta. Nos últimos dias, a diferença estava em cerca de 7%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.