Putin prevê o fim da era das fontes baratas de energia

O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, disse hoje que a crise financeira mundial e os custos crescentes levarão à alta do preço do gás natural. "A época das fontes baratas de energia, do gás barato, está certamente chegando ao fim", previu o também ex-presidente. "Os custos da exploração, da produção do gás e do transporte estão subindo. Isso significa que os custos de desenvolvimento da indústria explodirão", observou Putin. A economia russa sofre com a queda nos últimos meses do preço do barril de petróleo - um dos cernes da economia do país. Putin falou durante um encontro no qual os ministros da Energia dos principais países exportadores de gás natural aprovaram a criação do Fórum dos Países Exportadores de Gás, que terá sede em Doha (Qatar). O ministro da Energia da Rússia, Sergei Shmatko, disse que o fórum não vai tentar estabelecer metas de produção para os países membros e não deve ser comparado à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). O objetivo declarado do fórum é sincronizar investimentos e tentar manter a estabilidade dos preços. A organização vai reunir Argélia, Bolívia, Brunei, Egito, Emirados Árabes Unidos, Indonésia, Irã, Líbia, Malásia, Nigéria, Qatar, Rússia, Trinidad e Tobago e Venezuela. Guiné Equatorial e Noruega participaram como observadores da conferência na qual o fórum foi fundado. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

AE-AP, Agencia Estado

23 Dezembro 2008 | 19h09

Mais conteúdo sobre:
petróleo Vladimir Putin

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.