Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Quadrilha aplica golpe contra aposentados

Aposentados e pensionistas estão sendo vítimas de um novo golpe, aplicado por uma quadrilha que usa indevidamente o nome do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS). Para lesar os segurados, os golpistas prometem pagamentos de grandes somas em dinheiro, referentes a montepios antigos de instituições fictícias ou extintas. Falsos representantes desses fundos entram em contato com aposentados, viúvas ou dependentes, garantindo a eles o direito de receber valores que superam R$ 70 mil. Os golpistas demonstram conhecer a vida profissional do titular da conta, como locais de trabalho e postos ocupados. O contato da quadrilha destaca sempre urgência no procedimento, alegando que, em caso de demora, o dinheiro será perdido e devolvido à instituição. Eles pedem o número da conta corrente para o depósito do valor e número de algum documento de identidade. Após o telefonema, instruem a pessoa a retirar um extrato de sua conta no dia seguinte. O depósito do dinheiro prometido aparece no extrato da conta corrente do suposto beneficiado, mas bloqueado. Para desbloquear, o golpista pede o pagamento de sua comissão, que varia de 3% a 10%, de acordo com o valor. O CNPS alerta que o depósito da comissão não deve ser feito. Informações da equipe Força-Tarefa do INSS dão conta de que o depósito é feito pela quadrilha com cheques roubados, sem fundos, ou seja, sem valor algum.PagamentoOs segurados começam a receber os benefícios de outubro na quinta-feira, dia 1.º. O pagamento será feito de acordo com o número final do benefício. O calendário completo é o seguinte: DiaFinal115263748596127138149160

Agencia Estado,

29 de outubro de 2001 | 10h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.