Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Qualidade fez diferença nos EUA

O sócio-diretor da consultoria Roland Berger nos EUA, Win van Acker, acredita que as montadoras asiáticas, principalmente as japonesas, cresceram muito no mercado americano porque ofereceram carros de boa qualidade numa época em que as montadoras locais estavam com problemas, nos anos 80 e 90. A Toyota é hoje a segunda maior em vendas no país. As coreanas, por sua vez, aproveitaram o sucesso das japonesas e, depois de aperfeiçoarem seus veículos, passaram a dar garantia de 10 anos, cativando consumidores. "O cliente americano geralmente não vê muita diferença entre Japão e Coréia - os dois países são ?distantes? na visão deles", diz Acker.Já na Europa, lembra o consultor, as asiáticas cresceram, mas se estabilizaram em 15% de participação. "Na minha opinião, os carros Toyota, Honda, Nissan, Hyundai e Kia são muito parecidos para os europeus em termos de tamanho, qualidade e consumo de combustível. Por isso, eles não se distanciam muito dos concorrentes estabelecidos."

Cleide Silva, O Estadao de S.Paulo

18 de fevereiro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.