Quantia exata para bancos espanhóis será definida em setembro

A quantia exata que a Espanha tomará emprestado da zona do euro para recapitalizar seus bancos só será determinada em setembro, afirmaram nesta sexta-feira ministros das Finanças do bloco monetário, depois de aprovarem os termos do empréstimo de até 100 bilhões de euros.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h40

Em troca do empréstimo, a Espanha terá que reestruturar seu setor bancário e seus ativos, e melhorar a governança e a regulação, de acordo com comunicado do Eurogroup.

Mas Madri também terá que honrar suas metas de redução de déficit governamental e os compromissos de reformas estruturais, além de reequilibrar sua economia, compromissos que foram assumidos em procedimentos separados com a União Europeia (UE).

"O progresso nessas áreas será revisado cuidadosamente e regularmente em paralelo com as condicionalidades do setor financeiro", mostrou o comunicado.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROESPANHAEMPRESTIMO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.