Quanto melhor imagem do etanol, melhor para o País, diz Lula

Em programa semanal, presidente comenta assinatura de compromisso para aperfeiçoar condições de trabalho

Agência Estado,

29 de junho de 2009 | 09h45

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira, 29, que, quanto melhor for a imagem da produção de etanol no mundo, mais vantagem terá o Brasil na disputa comercial. Lula fez a declaração no programa semanal de rádio Café com o Presidente, ao falar sobre a assinatura do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na cana-de-açúcar.

 

"Havia um ranço em relação às condições dos trabalhadores. A imagem é sempre muito negativa daqueles trabalhadores chamados de bóias-frias, comendo comida gelada, não tendo água para beber ou banheiro", afirmou, de acordo com a Agência Brasil.

 

Ele destacou, dentre os pontos do pacto, o fim do chamado "atravessador" ou "gato" - intermediador de mão de obra. "Muitas vezes, esse trabalhador (intermediado pelo 'atravessador') não era bem tratado", disse.

 

Lula afirmou também que, a partir de agora, será garantida "maior transparência" na fiscalização da cana cortada. Segundo o presidente, os trabalhadores saberão antes o preço a ser pago e a forma de medição. Também ganharão equipamento de proteção individual.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaEtanol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.