José Patricio/Estadão
José Patricio/Estadão

Quatro altas de juros é expectativa razoável para 2018, diz autoridade do Fed

Para presidente do Federal Reserve de Nova York, William Dudley, aperto monetário pode ser gradual nos Estados Unidos, 'contanto que a inflação siga baixa'

O Estado de S.Paulo

16 Abril 2018 | 12h55

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de Nova York, William Dudley, afirmou em entrevista à CNBC nesta segunda-feira, 16, que três ou quatro elevações de juros em todo este ano são "uma expectativa razoável".

+ Alta do dólar pesa no bolso e exige mais planejamento

"Contanto que a inflação siga baixa, o Fed será gradual", comentou, acrescentando que caso os preços fiquem acima da meta de 2% "por uma margem apreciável", isso poderia levar a um aperto monetário mais forte.

Com direito a voto nas decisões de política monetária, Dudley também tratou das disputas comerciais que ocorrem atualmente entre EUA e China. Segundo ele, a economia chinesa é "mais complementar" à americana que uma concorrente. Dudley afirmou que o protecionismo é um risco, no contexto atual.

+ E o dólar, volta?

Ele disse que a pressão de Washington por mais justiça no comércio pode trazer frutos positivos, com maior abertura, mas também negativos, com fechamento de mercados e mais tarifas. Para o dirigente, os EUA têm razão em questionar o respeito à propriedade intelectual e em querer mais acesso a mercados. "Se as barreiras comerciais aumentarem, isso seria ruim para a economia americana."

Questionado sobre o mercado acionário, Dudley disse que não caberia a ele dizer qual a valorização adequada, mas que elas "não parecem fora de razão", no quadro econômico atual do país. Sobre a volatilidade, ele comentou que "estamos de volta ao regime normal" e que anormal tinha sido a falta de volatilidade em anos recentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.