Quattor vai faturar R$ 9 bi no 1º ano, diz seu presidente

A Quattor, nova petroquímica controlada pela Unipar (60%) e Petrobras, e que congrega os ativos da Suzano, vai ter faturamento de R$ 9 bilhões em seu primeiro ano de funcionamento, disse hoje o presidente da nova empresa, Vitor Mallmann. Segundo ele, este valor coloca a companhia entre as 20 maiores brasileiras. Segundo ele, a empresa já nasce "com o pé nos quatro cantos do mundo" por ser responsável por exportar 500 mil toneladas por ano. Além disso, são previstos R$ 2 bilhões em expansões de suas atividades, 100% já financiados. A empresa não tem previsão de fazer uma abertura de capital, mas não descarta a hipótese. "Não temos projeto agora, mas é uma alternativa a ser considerada no futuro, frente à alternativa de captar um endividamento", disse o executivo. Segundo ele, até o final de 2009 deverá haver uma maior sinalização sobre esta possibilidade.O executivo disse ainda que qualquer possibilidade de expansão da empresa deverá ser estudada dentro das perspectivas de oferta de matéria-prima - gás e nafta. "Estamos com uma excelente vantagem logística que é o fato de estarmos localizados próximos às fontes supridoras do Sudeste - especialmente no futuro com o gás da região pré-sal - e do maior mercado consumidor do País", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.