finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Queda da confiança empresarial alemã aponta 3º tri fraco

A confiança empresarial alemã caiu pelo quinto mês seguido, ao menor nível em quase um ano e meio, pressionando as expectativas de recuperação da maior economia da Europa no terceiro trimestre.

REUTERS

24 de setembro de 2014 | 08h21

O índice de clima de negócios do instituto de pesquisa Ifo, de Munique, com base em pesquisa mensal com cerca de 7 mil empresas, caiu para 104,7 contra 106,3. Pesquisa da Reuters apontava expectativa de ligeira queda para 105,7.

"A economia alemã não está mais andando tranquilamente", informou o Ifo. A pesquisa mostrou piora da confiança em todos os setores da economia.

A economia alemã avançou no início do ano graças a um inverno ameno incomum, que impulsionou a atividade de construção. Mas ela contraiu 0,2 por cento no segundo trimestre, levando alguns a alertar sobre o risco de recessão.

A crise na Ucrânia e a fraca recuperação europeia são consideradas os principais fatores por trás da fraqueza.

O economista do Ifo Klaus Wohlrabe afirmou à Reuters após a divulgação do índice que ele agora espera estagnação na Alemanha no terceiro trimestre. Para o ano todo, ele disse que o Produto Interno Bruto (PIB) deve expandir-se cerca de 1,5 por cento.

(Por Annika Breidthardt)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROALEMANHACONFIANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.