Queda da inflação reduz juros ainda mais, afirma Furlan

A continuidade de queda da inflação levará a novas reduções dos juros, estimou o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, em entrevista coletiva, após participar do "5º Seminário da Indústria Brasileira da Construção", em São Paulo. Segundo ele, no próximo ano os juros reais ficarão em menos de dois dígitos, "abaixo de 9%". Ao ser indagado por jornalistas qual era sua projeção, o ministro brincou: "Pode ser 8,9%". "Com a inflação em torno de 6%, falta muito pouco para atingirmos nosso compromisso de ter juro real de um dígito", avaliou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.