Queda das ações da Telesp influencia Bovespa

A proximidade do final do prazo para a troca das ações da Telesp pelos Brazilian Depositary Receipts (BDRs) da Telefónica, dia 30, está fazendo com que o preço dos papéis de telefonia tenham uma queda significativa hoje. No final da manhã, as ações Telesp ordinárias (ON, com direito a voto) e as preferenciais (PN, sem direito a voto) caíam 14,81% e 2,52%, respectivamente. A queda justifica-se, principalmente, pelo forte movimento de investidores que querem vender as ações.Como os papéis da Telesp têm uma participação expressiva no Ibovespa - índice que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo - a queda na ações está puxando uma baixa também no Índice. No final dos negócios da manhã, o Ibovespa operava na mínima do dia, em queda de 1,18% e volume financeiro de R$ 369 milhões. Há pouco estava em queda de 1,31%.Nos Estados Unidos, o Índice Dow Jones - que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bolsa de Nova Iorque - foi influenciado positivamente pelo anúncio da aquisição da companhia de alimentos Nabisco Holdings Corp. por US$ 14,91 bilhões. O Índice norte-americano estava em alta de 1,17% no início da tarde. A Nasdaq - bolsa norte-americana do setor de tecnologia - operava em alta de 0,56% há pouco. Cenário externo continua influenciando Os investidores continuam atentos à decisão do banco central norte-americano (FED) sobre as taxas de juros nos Estados Unidos e preferem não tomar posições antes de um cenário mais claro. No mercado financeiro brasileiro, os juros continuam oscilando de acordo com o cenário externo. Títulos de swap, com base em 252 dias úteis pagava, no início da tarde, 18,89% ao ano, um pouco acima dos 18,87% ao ano registrados no início da manhã.O preço do dólar recuou um pouco, em relação à abertura do dia (R$ 1,8300), e estava cotado há pouco em US$ 1,8280 na ponta de venda. Algumas empresas têm vencimentos no mercado exterior e a saída de dólares pode pressionar um pouco as cotações. Segundo levantamento da editora Cristina Canas, hoje vencem US$ 464 milhões da Eletrobrás e US$ 40 milhões do banco Zogbi. No dia 30, operações do Unibanco e da CSN somam US$ 175 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.