Queda de preços no atacado acentua deflação pelo IGP-M

Índice utilizado em reajuste de aluguéis cai 0,46% na segunda prévia do mês de agosto, informa a FGV

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

21 de agosto de 2009 | 08h41

A queda de produtos agrícolas e industriais no atacado acelerou a deflação pelo IGP-M. A segunda prévia do índice, divulgada nesta sexta-feira, 21, pela FGV, caiu 0,46%, após recuar 0,27% no mesmo período de julho. No ano, o resultado acumulado do indicador, que é usado no reajuste do preço dos aluguéis, é de queda de 2,12%. Em 12 meses, o IGP-M está negativo em 0,81%.

Veja também:

especial Entenda os principais índices

Segundo a FGV, os preços no atacado, que respondem por 60% do índice, caíram 0,78% na segunda prévia de agosto, em comparação como recuo de 0,56% apurado na segunda prévia de julho.

Os preços dos produtos agrícolas no atacado caíram 1,57% na segunda prévia do IGP-M de agosto, após recuarem1,16% na segunda prévia do mesmo índice no mês passado. Os produtos industriais no atacado tiveram queda de 0,52%, contra queda de 0,37% em julho.

O INCC, usado no reajuste de produtos da construção civil, teve alta de 0,20% na segunda prévia do índice desse mês, em comparação com o avanço de 0,33% em igual prévia do mesmo índice, no mês passado.

Tudo o que sabemos sobre:
IGP-Maluguelinflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.