carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Queda do dólar perde força; Bolsa bate recorde

O dólar manteve hoje a trajetória de queda iniciada no dia 20, mas esse movimento perdeu fôlego com a força de investidores comprando moeda norte-americana. O dólar fechou cotado a R$ 2,2160, em ligeira baixa de 0,05%. A Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) chegou a registrar hoje o maior volume de contratos de câmbio futuro (compra de dólares para entrega em um prazo determinado a um valor ficado) desde agosto de 1997.A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) voltou a mostrar força, sustentada pelo vigoroso movimento financeiro. Depois de muita oscilação, fechou no seu nono recorde de pontuação deste mês, acima dos 38 mil pontos, com giro financeiro de R$ 2,29 bilhões. A Bolsa foi impulsionada pelas ações do setor de siderurgia e da Petrobras. O fluxo externo continua forte e os bons indicadores econômicos domésticos ajudam a atrair o investidor estrangeiro.O Índice Bovespa - que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bovespa - fechou em alta de 1,11%, com 38.242 pontos. Operou entre a máxima de 38.276 pontos (+1,20%) e a mínima de 37.501 pontos (-0,85%). Com esse resultado, a bolsa passou a acumular alta de 14,31% em janeiro.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2006 | 19h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.