Queda do juro possibilita demanda por crédito, prevê Febraban

A diretoria da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) distribuiu nota em que afirma que "o corte de 2,5 pontos percentuais na taxa básica de juros decidida hoje pelo Comitê de Política Monetária (Copom) surpreendeu positivamente o mercado bancário". Segundo o documento, na visão da Febraban, "os juros são o custo da matéria-prima dos bancos e quanto menores forem, possibilitam uma demanda por crédito maior, com conseqüente estímulo à produção, ampliação da oferta de emprego e elevação da renda. De acordo com a entidade, a expectativa é que os bancos, "cujas taxas de juros cobradas nas diferentes modalidades de operações já vêm sendo reduzidas desde maio, com a medida adotada pelo Banco Central, continuarão essa tendência de redução das taxas, o que, certamente, deverá estimular maior demanda de crédito para o consumo e investimento".

Agencia Estado,

20 de agosto de 2003 | 18h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.