Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Queda do valor do petróleo gerará redução em passagens aéreas

Associação aposta no crescimento do setor com óleo mais barato e melhora no cenário econômico mundial

Jamil Chade, correspondente em Genebra, O Estado de S. Paulo

10 Dezembro 2014 | 07h42

GENEBRA - A queda no preço do petróleo permitirá que passageiros em todo o mundo paguem menos para voar. A informação é da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) que aponta que os lucros das companhias aéreas devem aumentar em 2014 e em 2015 diante da queda no preço internacional do petróleo e de um certo crescimento da economia mundial.

Para este ano, os lucros do setor devem chegar a US$ 19,9 bilhões - contra uma previsão inicial de US$ 18 bilhões. Em 2015, os lucros atingirão US$ 25 bilhões.

A queda nos custos devem se refletir até mesmo nos preços de passagens, ainda que não de forma imediata. Em 2014, a média do preço das passagens deve ser 5,1% abaixo do ano passado. Para 2015, a queda será de mais 5,8%.

Mas se os passageiros vão ganhar, as empresas terão lucros ainda maior. Para o ano, a alta é de 26%. Para 2015, o setor deve gastar US$ 192 bilhões em combustível, cerca de 26% dos custos de operação.

"Os custos vão cair, ainda que o impacto seja retardado em alguns meses", declarou o CEO da Iata, Tony Tyler. "É algo bom para os consumidores", declarou Brian Pearce, economista chefe da entidade. "Passageiros vão se beneficiar", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.