seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Queda em emergentes pode ser irreversível, diz jornal

Está aumentando o medo de que a queda dos mercados de ações nos países em desenvolvimento se torne irreversível, diz um artigo publicado na edição asiática desta quinta-feira do jornal The Wall Street Journal. "Nas últimas cinco semanas, as vendas dos fundos de hedge (tipo de fundo agressivo que aplica em vários tipos de ativo e muitas é usado para proteger outros investimentos) e desistências de investidores individuais já levaram alguns mercados a diminuírem em mais de 20%", diz o artigo.O jornal destaca que a venda rápida de ações dos mercados de commodities em países como o Brasil e a Rússia, "afeta duplamente as economias destes países"."A queda atual não deve se confundida com a da segunda metade dos anos 1990", diz o jornal. Naquela época, as crises seriam fruto de más administrações, com grandes dívidas em moedas estrangeiras e déficits comerciais, em países em desenvolvimento."Atualmente a causa vem de fora, como o aumento das taxas de juros e o temor da diminuição do ritmo de crescimento." O jornal levanta a hipótese do surgimento de um ciclo vicioso, com os mercados encolhendo por falta de investimentos e os investidores continuando a abandonar esses mercados por falta de crescimento.

Agencia Estado,

15 de junho de 2006 | 11h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.