portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

Queda em exportações britânicas causa déficit de US$ 10,6 bi

Vendas para países fora da União Europeia caíram fortemente em meio à desaceleração econômica global

Nathália Ferreira - Agência Estado

11 de março de 2009 | 10h14

O déficit comercial do Reino Unido aumentou em janeiro, à medida que as exportações para países fora da União Europeia caíram fortemente em meio à desaceleração econômica global, mostraram dados do Escritório Nacional de Estatísticas. O déficit comercial atingiu US$ 10,65 bilhões em janeiro, de US$ 9,95 bilhões em dezembro. Veja também: De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise Economistas esperavam déficit de US$ 10,36 bilhões. As exportações caíram 4,0% no mês, enquanto as importações recuaram 1,0%.O déficit comercial com países fora da União Europeia alcançou US$ 7,87 bilhões em janeiro, de US$ 5,94 bilhões de libras em dezembro. Já o déficit com países da UE encolheu para o menor nível em cinco anos e meio, em US$ 2,76 bilhões, de US$ 4 bilhões em dezembro. Exportações em queda na ChinaAs exportações e importações da China caíram pelo quarto mês consecutivo em fevereiro, com os embarques recuando por uma margem maior do que o registrado em janeiro, disse nesta quarta-feira o governo chinês. As exportações apresentaram queda de 25,7% em fevereiro, em comparação com o mesmo mês do ano passado, para US$ 64,9 bilhões, e as importações caíram 24,1%, para US$ 60,1 bilhões, de acordo com os dados da Administração Geral Alfandegária.O declínio dos embarques em fevereiro foi maior do que a queda de 17,5% de janeiro, enquanto que o resultado das importações no mês ficou bem abaixo do recuo de 43,1% registrado um mês antes.   O superávit comercial da China totalizou US$ 4,84 bilhões em fevereiro, bem abaixo dos US$ 39,1 bilhões de janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidobalança comercial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.