coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Queda em NY muda o rumo da Bovespa; dólar sobe

Após bater recorde, Bolsa de São Paulo cai 0,31%, com influência dos mercados norte-americanos

Agência Estado,

11 de outubro de 2007 | 15h56

A piora nas bolsas de Nova York nesta tarde mudou o rumo do mercado brasileiro. Após bater os 64 mil pontos pela primeira vez na história, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) inverteu a tendência e passou a cair, cedendo 0,31% às 15h40.   A mudança de rumo local também decorre de posições mais defensivas antes do feriado nacional desta sexta, quando o mercado norte-americano funcionará normalmente.   No mercado de câmbio, o dólar também foi afetado pela piora em NY. Às 15h35, a moeda norte-americana devolvia a queda exibida desde a abertura, subindo 0,06%, para R$ 1,806.   Segundo operadores consultado, a virada das cotações à vista ocorreu logo após o leilão de compra do Banco Central, que pode ter enxugado a liquidez do mercado. Outra possibilidade apontada é que o mercado pode ter forçado a queda da manhã, que não teria refletido fluxo cambial positivo.   No leilão, o Banco Central comprou dólar à taxa de corte de R$ 1,7915. Segundo um operador, o BC aceitou cinco propostas (de quatro bancos)entre as 11 propostas que tiveram suas taxas declaradas, que iam de R$ 1,790 a R$ 1,793. Dez instituições não informaram as taxas apresentadas.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespadólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.