Queda na Bolsa de Xangai provoca perda nos mercados asiáticos

Ações chinesas registraram forte retrocesso de 6,7%; índice de Tóquio caiu 0,4% por valorização do iene

Reuters e Associated Press,

31 de agosto de 2009 | 08h22

Os mercados de ações asiáticos fecharam em baixa nesta segunda-feira, 31, influenciados pela grande queda de quase 7% na Bolsa de Xangai, na China, e por conta da valorização do iene ante o dólar no Japão.

 

A bolsa chinesa registrou uma queda de 6,7%, fechando a sessão em 2.697,70 pontos. Foi a segunda perda significativa seguida do mercado chinês, que teve baixa de 3% na sexta-feira. No acumulado de agosto, a perda da Bolsa de Xangai foi de 21,8% após sete meses registrando ganhos.

 

Em Tóquio, a bolsa teve baixa de 0,4% e fechou o dia com 10.492,53 pontos, mesmo após ter ganho quase 200 pontos na sessão. Embora os índices tenham subido no primeiro dia de abertura dos mercados após a esmagadora vitória da oposição nas eleições legislativas, a valorização do iene ante o dólar fez com que os índices caíssem e fosse registrada perda.

 

Em Hong Kong, o incide Hang Seng perdeu 1,9%. Os índices de Manila e Kuala Lumpur ficaram fechados por conta de um feriado nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.